RADIO CLAMOR URGENTE

Carregando Carregando player...

Principal RADIO PASTOR LOURIVAL PASTOR DARIO BÍBLIA

Dabasan Informática - Tudo para seu micro - Fones: - (65) 98163-0823 - 98409-3647 - 99242-5604 e 99944-3446 - E-mail: dabasan@hotmail.com


NOMES BÍBLICOS e seus Significados



VIVENDO EM SOCIEDADE

Lição 8 - Sociedade e Política

Classe: Adolescentes
Trimestre: 3° de 2017
Revista: do Professor
Data da Lição: 20/08/2017
Editora: CPAD

TEXTO BÍBLICO

Salmos 33.12
Feliz a nação que tem o Senhor como o seu Deus!
Feliz o povo que Deus escolheu para ser dele!

DESTAQUE

"Orem pelos reis e por todos os outros que têm autoridade, para que possamos viver uma vida calma e pacífica [...]" (1Tm 2.2).

LEITURA DEVOCIONAL


   SEGUNDA FEIRA At 15.6,25-28
   TERÇA FEIRA Dn 6.4,5
   QUARTA FEIRA Êx 18.13-27
   QUINTA FEIRA Êx 25.22
   SEXTA FEIRA 1Sm 8.6-18,229
   SÁBADO Sl 33.12
   DOMINGO Pv 28.12


OBJETIVOS

* Conscientizar de que precisamos, como cristãos, estar informados a respeito da vida política do nosso país.
* Conhecer o significado de política.
* Explicar o que é um governo teocrático.

MATERIAL DIDÁTICO

Professor, seria interessante se você pesquisasse e levasse para a classe recortes de revistas e jornais cujo tema são escândalos na política.

QUEBRANDO A ROTINA

Prezado professor, para a aula de hoje, sugerimos que você promova um debate. Divida a turma em dois grupos. Escreva no quadro as questões que serão debatidas. Cada grupo ficará com urna questão. Dê um tempo para que cada grupo discuta a questão. Depois, peça que os alunos formem um só grupo em círculo e que a conclusão a que chegaram seja exposta a todos. Ouça os alunos com atenção e faça as considerações que achar necessárias, porém permita que eles fiquem à vontade para expor suas ideias sem constrangimento algum. Precisamos ouvir e saber o que nossos alunos pensam para podermos atendê-los e ajudá-los em suas duvidas.

Questões para serem debatidas:
"Como os cristãos devem agir diante de candidatos que se dizem crentes, mas que pertencem a partidos que defendem o aborto, a legalização das drogas e ideologias que ferem os princípios da Palavra de Deus?"
"A Igreja do Senhor deve ter ou indicar candidatos políticos?"

ESTUDANDO A BÍBLIA

Prezado professor, você é a favor de que o crente faça parte dos vários segmentos da nossa sociedade? Você tem que concordar que não é possível viver em sociedade e não envolver-se ou estar atento às questões políticas. O mundo está sob a influência de Satanás, o deus do presente século (2 Co 4.4), por isso mais do que nunca precisamos de homens crentes compromissados com a ética e desejosos de fazer política e não politicagem.
Deus levantou vários homens para conduzir seu povo. Moisés foi um desses. Ele foi indicado para cuidar dos interesses dos israelitas e conduzi-los a Terra Prometida. O interesse de Moisés era o bem-estar do seu povo. Quando ele foi levantado como líder, a voz que se ouvia era a de Faraó, a voz da tirania. Faraó era quase um deus. Até hoje o Egito vem sofrendo com a tirania de seus governantes. Recentemente o país sofreu um golpe militar e o presidente eleito pelo voto direto foi deposto e preso. Moisés veio para quebrar o julgo que era imposto ao seu povo e trazer libertação.

COMO ESTÁ A POLÍTICA EM NOSSO PAÍS

Você está satisfeito com a vida política do nosso país? Temos visto maus exemplos, muita coisa errada; apesar disso, política faz parte de toda sociedade organizada. A situação está tão difícil que foi preciso criar uma lei para proibir que políticos que, por ventura, tenham sido condenados por órgãos colegiadas possam disputar novos cargos eletivos. E a chamada Lei da Ficha Limpa. Temos visto muitas atitudes negativas envolvendo parlamentares. Mesmo assim, existem muitos vereadores, deputados e senadores íntegros e que estão fazendo um excelente trabalho em prol da nossa nação.
Durante muito tempo, os cristãos procuraram ficar afastados da vida pública e política. Porém, na Bíblia, não faltam exemplos de homens e mulheres que se destacaram na vida pública fazendo o bem para o seu povo. Tomemos como modelo a juíza Débora, José e Daniel. O jovem Daniel serviu a vários reis ímpios como, por exemplo, Nabucodonosor, Belsazar e Dario, porém, ele manteve-se fiel a Deus e demonstrou possuir um caráter ilibado (sem mancha) em sua trajetória política. Certa vez, Daniel se tornou alvo de uma conspiração cruel (Dn 6.4,5), todavia, Deus o livrou das muitas ciladas da vida palaciana. Atualmente também não é diferente, pois existem muitos parlamentares sérios que estão sendo alvo de confabulações políticas mentirosas para prejudicar o trabalho que vem fazendo. Nem todas as denuncias de fraude e corrupção que saem na mídia são verdadeiras.

AUXILIO DIDÁTICO 1

Professor, atualmente ouvimos muito a palavra CPI nos noticiários. Entretanto, você sabe o que é e para que serve uma? Observe o texto abaixo e se informe melhor a respeito do tema. Em classe, você pode perguntar aos alunos se eles já ouviram este termo e sabem o que ele significa.
CPI?
A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) é um organismo de investigação e apuração de denúncias que visa proteger os interesses da coletividade (da população brasileira). A CPI é uma investigação conduzida pelo Poder Legislativo (Câmara de Deputados Federais e Estaduais ou Vereadores), que transforma a própria Câmara Parlamentar numa comissão, que é nomeada pelos membros da Câmara; sendo assim, a comissão vai agir em nome da instituição, realizando um inquérito ou uma investigação. Concluída, a CPI aponta ou não os culpados e suas penas.

A CPI possui acesso ao funcionamento da máquina burocrática, analisa a gestão do bem público e toma medidas necessárias para sua correção e punição dos culpados, caso algo esteja realmente errado.

A CPI pode ter comissões formadas por apenas deputados (no caso de CPI em âmbito federal), apenas por senadores ou mistos,
que envolvem ambas as casas" (texto extraído de http://www.brasi-lescola.com/politica/ cpi.htm. Acessado em 06/07/2014).

O QUE É POLÍTICA

Você sabe a origem desse termo? "O vocábulo 'política' vem do grego, polis, cidade-Estado". Significava a vida em sociedade. Autores definem "política como a ciência do Estado". Outros como a "ciência do poder". Na verdade, somos todos políticos. Não existe na face da Terra uma pessoa ou nação que seja isenta de política, ou seja, apolítica, mesmo que não se goste dela.

O filósofo Aristóteles já dizia que o homem é um "animal político". A política tem como objetivo nobre a felicidade humana, preocupando-se com a felicidade individual (do homem em si) e a coletiva (do homem na cidade), e como ciência, estuda as várias formas de governo, bem como seus planejamentos que são capazes de assegurar uma vida mais agradável a todos cidadãos.

Até na igreja a política está presente (At 15.6, 25-28). Será? Contudo, o que temos visto em nossa sociedade é a chamada "politicagem". Homens legislando em benefício próprio ou do seu partido. Para estes, os interesses dos cidadãos que os elegeram não importam. A Bíblia já nos adverte: "Quando os justos triunfam, há grande alegria; mas, quando os ímpios sobem, os homens escondem-se" (Pv 28.12 - ARC).

AUXILIO DIDÁTICO 2

Professor, para aprofundar seus conhecimentos a respeito do termo política, observe as definições de Aristóteles a respeito do termo. "Segundo o filósofo grego Aristóteles, a política é a ciência que tem por objetivo a felicidade humana e divide-se em ética (que se preocupa com a felicidade individual do homem na Cidade-Estado, ou polis), e na política propriamente dita (que se preocupa com a felicidade coletiva). A política situa-se no âmbito das ciências práticas, ou seja, as ciências que buscam conhecimento como meio para a ação. A política é tudo o que se relaciona à busca de ações para o bem estar tanto individual como coletivo" (extraído de http:// www.brasilescola.com/politica/cpi.htm. Acessado em 06/07/2014).

A POLÍTICA NA BÍBLIA

No primeiro livro da Bíblia, Gênesis, vemos que, no jardim do Éden, só existia uma forma de governo, a teocracia. Deus, o Criador, era o único a governar a Terra. No entanto, o Todo-Poderoso delegou a Adão algumas atribuições para que este pudesse representá-lo aqui na Terra. Era Deus governando por intermédio do homem (Gn 1.28). Entretanto, no capítulo três do livro de Gênesis, temos o triste retrato da Queda de Adão. Com a Queda, vieram as mazelas que tanto atormentam os governos até hoje: guerras, terrorismo, pobreza, desigualdade social, etc. Deus é santo (Lv 19.2) e não poderia compactuar com a corrupção do gênero humano (Gn 6). Ele sempre esteve atento ao modo de proceder de suas criaturas. A forma encontrada pelo Senhor para limpar toda a sujeira e corrupção foi através das águas do dilúvio (Gn 7). Deus, na sua infinita bondade e misericórdia, não abandona o homem à própria sorte, mas estabelece uma nova aliança, um concerto (Gn 9.9-17). O homem recebe uma nova chance de continuar sendo governado pelo Senhor.

AUXILIO DIDÁTICO 3

Professor, você sabe o significado do termo "teocracia"? Então, observe com atenção o texto a seguir: "Este termo, significando o governo de Deus', geralmente se refere ao governo literal de Deus, ou a um estado governado de uma forma agradável a Ele. A palavra não é de origem bíblica, mas a ideia de Deus sendo governante do seu povo é básica no pensamento do Antigo Testamento. Josefo parece ter sido o primeiro a utilizar o termo. Ele contrastou a teocracia com outras formas de governo, como por exemplo, a oligarquia, a monarquia e a república. Teoricamente, a teocracia seria um estado sob o qual Deus governa diretamente sem a mediação do homem ou de representantes. Israel nunca foi uma verdadeira teocracia, no sentido literal do termo. Embora Israel tenha sempre se considerado como estando sob o governo de Deus, este governo sempre foi mediado por um rei ou um sacerdote. No sentido político, uma teocracia só seria possível durante os tempos independentes de Israel. Quando Israel se tornava um estado escravizado ou uma província de alguma potência estrangeira, como o Egito, a Assíria, a Grécia ou Roma, o governo de Deus só poderia ser espiritual" (Dicionário Bíblico Wycliffe, 1 ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2009, p. 1909.)

UMA NOVA FASE POLÍTICA

Ao estabelecer uma aliança com Abraão, Deus dá inicio à nação de Israel. Uma nova fase política estava sendo instaurada, a era patriarcal. Deus estaria abençoando as nações e governando através do seu povo (Gn 12.1-3). Porém, tempos de "vacas magras" estavam porvir. A terra experimentaria a es­cassez. Para garantir a sobrevivência do seu povo, Deus coloca um jovem hebreu no poder. Esse jovem é José. Ele desempenha um excelente papel político. Porém, o tempo passou. Outro jovem hebreu não subiu ao poder e o povo que havia crescido acabou experimentando um novo regime de governo. A política agora era outra. Os hebreus passaram a ser escravizados pelos egípcios. O povo de Deus perdeu todos os seus direitos políticos. A liberdade havia acabado. Porém, Deus não deixou seu povo entregue à tirania de Faraó e aos seus planos de extermínio (Êx 1.15-17). O Senhor levantou um grande estadista, um líder para libertar o seu povo. Moisés, sob a liderança de Deus, derrotou os opressores. Assim, o Senhor revela-se ao seu povo como o Grande Libertador.

Moisés torna-se o líder dos hebreus. Mas, com o passar dos anos, não aguentaria mais governar sozinho. Jetro, sogro de Moisés, dá uma aula de descentralização administrativa e de poder (Êx 18.13-27). Moisés nomeia homens para ajudá-lo na tarefa de governar. Esses homens seria chamados de governadores e ministros. Deus era quem governava a nação (Êx 25.22). Ele exercia os poderes do Estado (Legislativo, executivo e judiciário) através de uma liderança levantada por Ele.

MONARQUIA, UMA NOVA FORMA DE GOVERNO

Os israelitas resolvem imitar as outras nações e pedem a Deus um rei (1Sm 8.5). O Senhor atende ao pedido de seu povo, sem antes alertar a todos do risco e encargos que teriam (1Sm 8.6-18,22).Com o passar dos anos, podemos ver os acertos e erros, registrados nas Escrituras, dos governantes do povo de Deus. Quando homens tementes ao Senhor assumiam o “poder”, o povo ia bem, mas quando eram os que não estavam “nem aí” para o Senhor, o povo todo sofria (Pv 28.12). Dá para perceber como a política é algo importante. Como cristãos, precisam orar e pedir que o Pai levante candidato que sejam compromissados com Ele e com bem da nossa nação. Você tem orado pelos políticos de nosso país? Precisamos orar e vigiar na hora de escolher nossos representantes. Saiba que não basta votar em alguém somente pelo fato de ser membro de uma igreja. Sabemos que o trigo e o joio estão lado a lado e são muito parecidos (Mt 13.38). É preciso examinar tudo e apenas ficar com o que é realmente bom (1Ts 5.21).Existem homens que estão a serviço do Diabo. Ele usam a política para realizarem seus interesses perversos. Por isso, antes de exercer seu direito de votar, o crente deve orar a Deus, pedindo a sua direção. Um voto errado ou nulo pode trazer muitos prejuízos para todo o povo de Deus.

Recapitulando

Como "sal da terra" e "luz do mundo", precisamos ser vigilantes e escolher nossos candidatos com muita sabedoria. A política é algo sério e não dá para viver sem ela.

Refletindo

1. Após o estudo dessa lição, o que você compreendeu de política?
R- A política faz parte da nossa vida em sociedade.
2. Contextualize a política na Bíblia, de acordo com a lição.
R- Para responder esta questão, leia com atenção o tópico "a política na Bíblia".
3. Para você, é possível o crente ser político e fazer a diferença política?
R- A bíblia nos mostra que é possível ser crente e fazer a diferença na política.

Fonte: CPAD - Casa Publicadora das Assembléias de Deus


HOME          PORTAL